skip to Main Content
Recuperação De Lesões

Recuperação de lesões

Quem gosta de se exercitar regularmente sabe o quanto é sofrido ter que abandonar a rotina de treinos por conta de algum problema. Quem dera fosse possível blindar os joelhos, as lombares, os ligamentos e por aí vai.

Existem diversos tipos de lesões, ocasionadas por diferentes razões. Mas os músculos, responsáveis por gerar a força necessária para mover as articulações, estão entre os mais afetados. A lesão muscular é a mais recorrente entre os adeptos de modalidades esportivas, sendo que mais de 90% se relacionam a estiramentos (decorrentes de sobrecargas excessivas) e contusões (geradas por traumas diretos).

Atividade física

O processo de recuperação atua tanto no tratamento quanto na prevenção de problemas futuros, pois visa fortalecer o organismo para que seus esforços diminuam. Para promover o reforço muscular devem ser feitos ajustes individualizados na prescrição das atividades físicas.

Exercícios isométricos (feitos com os músculos isolados, sem a necessidade de mexer com o corpo inteiro) durante as aulas de treinamento funcional se destacam por serem menos perigosos para as articulações e por isso são indicados para quem está em plena recuperação.

Com supervisão de um professor, você vai começar os trabalhos sem carga, usando apenas o peso do próprio corpo. Aos poucos, o professor irá adicionar uma carga baixa, assim como a velocidade de execução dos movimentos. O intuito é desenvolver a resistência dos ligamentos e tendões, aumentando a flexibilidade, mas sem ocasionar sobrecarga nas articulações. O alongamento também volta a ser permitido.

Aos poucos, tem início a introdução de cargas mais pesadas, que segue em uma progressão lenta, sempre supervisionada por nossos profissionais. Movimentos mais rápidos e até algumas explosões são permitidos.

Por fim, ainda que exista um tempo médio para cada uma das três fases da recuperação de lesões, apenas seu médico pode estimar como serão os avanços no seu caso.

 

Close search

Carrinho